VIDAS DUPLAS DOS PSICOPATAS


Por Donna Andersen, traduzido por Júlia Bárány. Original em: https://lovefraud.com/sociopaths-and-double-lives-2/

 

Um repórter perguntou a respeito de pessoas que vivem vidas duplas. Por que eles o fazem? Eles conseguem manter vidas duplas por muito tempo? Quais são os perigos?

Assim como a maioria dos leitores de Lovefraud, (pessoas que viveram ou vivem com um psicopata) tenho certa experiência com isso. Meu ex-marido, James Montgomery, me traiu pelo menos com seis mulheres diferentes durante o nosso casamento de 25 anos. Ele teve um filho com uma das mulheres. Dez dias depois que eu o deixei, ele se casou com a mãe do filho, cometendo bigamia pela segunda vez. E é claro, ele levou um quarto de milhão de dólares de mim – gastando a maior parte do dinheiro com essas outras mulheres.

Nem todos que vivem uma vida dupla são psicopatas. Algumas pessoas, como espiões e polícia secreta estão apenas fazendo o seu trabalho. Mas todas essas pessoas que não têm uma razão legítima para criar uma existência alternativa – por que o fazem?

 

Exploração

 

Psicopatas são predadores sociais que vivem suas vidas explorando outros. A razão primordial de os psicopatas viverem vidas duplas provavelmente é porque isso lhes possibilita explorar muitas pessoas simultaneamente.

Isso vale especialmente para os parasitas que enxugam seus parceiros românticos. Eu soube de muitos e muitos casos em que os psicopatas, tanto homens quanto mulheres, se envolvem em dois, três ou até mais relacionamentos românticos ao mesmo tempo, e, de todos os seus parceiros, tomam dinheiro, sexo, carros, divertimento, o que for. Os psicopatas procuram suprimento, e quanto mais fontes de suprimento tiverem, melhor.

 

Promiscuidade

 

Outra razão para levarem vidas duplas é a promiscuidade dos psicopatas. A maioria deles tem um elevado apetite por sexo, uma energia surpreendente, e se entendiam com facilidade. Consequentemente, o que eles realmente querem nas suas vidas sexuais é variedade. Assim eles se engancham com uma variedade de pessoas, em lugares variados e se envolvem em uma variedade de atos sexuais.

Frequentemente, porém, os parceiros sexuais dos psicopatas não compartilham dessas proclividades de amplo espectro. Mas os psicopatas não se dão o trabalho de contar a verdade sobre o que estão fazendo. Os psicopatas simplesmente se entretêm em suas agendas sexuais com várias pessoas, mas mantêm todos separados. Às vezes isso requer elaborados estratagemas e manipulação.

 

Excitação do Jogo

 

Isso leva a outro ponto – muitos psicopatas simplesmente adoram o jogo. Eles adoram enganar as pessoas – um dos peritos chamou isso de “deleite da enganação”.

Por exemplo, pouco depois de nós noivarmos, meu ex-marido veio me visitar. Ele veio num carro estranho. Quando lhe perguntei de quem era o carro, ele me contou uma intrincada história sobre um amigo militar. A verdade era que ele tinha outra mulher que ficou com ele durante uma semana, e ele veio no carro dela até a minha casa. Eu não sei qual a razão que ele deu a ela para levar o carro, mas não importa o que tenha sido, era desnecessário, já que ele poderia ter vindo no seu próprio carro. Acredito que Montgomery só quis me visitar no carro dela pela excitação de enganar nós duas.

Fiquei sabendo de outros casos como esse. Uma mulher levou um homem com quem estava saindo a um jantar de negócios onde outro homem com quem ela estava saindo receberia um prêmio. Por quê? Pela diversão de ver um homem contorcer-se e outro sem noção do que estava acontecendo.

 

Máscara de normalidade

 

Finalmente, alguns psicopatas mantêm um emprego, uma família, um lar e vão à igreja para camuflar suas verdadeiras metas: sexo, drogas, crime e talvez até assassinato. É assim que alguns famosos serial killers funcionavam, como Dennis Lynn Rader, o assassino de BTK. Ele trabalhava, era um diácono na igreja, e matou 10 pessoas. Sua esposa durante 34 anos nunca soube de seu desejo de “amarrar, torturar e matar”.

Mesmo quando eles não são assassinos, muitos psicopatas estabelecem vidas “normais” para facilitar seus interesses de busca exploratória. Alguns psicopatas também se preocupam extremamente com sua imagem. Eles querem manter suas posições na sociedade, e ter um cônjuge, uma família, um emprego e um carro vistoso, tudo contribui para o seu status.

Em resposta a uma das perguntas no início deste artigo, muitos psicopatas podem, de fato, manter vidas duplas durante muitos, muitos anos. Eu soube de muitas mulheres que estiveram casadas por 10, 20, 25 anos e só depois descobriram chocadas o que seus maridos fizeram no decorrer dos seus casamentos inteiros.

 

Perigos das vidas duplas

 

Sim, suponho que alguns psicopatas enfrentam perigo por causa de suas vidas duplas – mas honestamente, não estou muito preocupada com eles.

Mas os perigos aos parceiros que desconhecem a situação são graves. Psicopatas drenam o dinheiro de seus parceiros para pagar suas atividades extracurriculares. Conforme relatei no meu livro: Bandeiras Vermelhas da Fraude do Amor – 10 sinais de que você está saindo com um sociopata, 20 por cento dos que responderam à pesquisa de Lovefraud disseram que seus parceiros psicopatas os infectaram com doenças sexualmente transmissíveis. Neste blog, eu tenho relatado pelo menos dois casos de homens que foram condenados por transmitir deliberadamente o HIV a seus parceiros sexuais que nada sabiam.

Mas mesmo quando os parceiros não são fisicamente prejudicados pelas vidas duplas dos psicopatas, o dano psicológico da traição é profundo. A descoberta da verdade conduz a dois tipos de choque: o choque das cruéis ações do psicopata, e o choque pessoal de que o parceiro esteva totalmente no escuro.

A recuperação, para os alvos, pode ser longa e difícil, e entrementes, os psicopatas simplesmente continuam em frente para uma nova vida.

Deixe um Comentário